Guia de Cidades
GuiaTeleSulFerramentasGuia de CidadesParaty, RJ
História
Ao contrário do que aconteceu na maioria das cidades do Brasil, Paraty foi uma cidade planejada. Engenheiros militares portugueses, cientes da vocação portuária da cidade e da necessidade de defesa do local, definiram como seriam as ruas e onde ficariam as igrejas, praças, cadeia, câmara, fortes e as áreas residenciais. Seguiram o padrão das cidades portuguesas onde as igrejas serviam de balizamento e pólo de atração residencial.

As casas foram construídas acima do nível da rua por causa da invasão das águas das marés, previstas para entrar e limpar a cidade, principalmente dos estrumes de cavalos e burros de cargas que constantemente passavam pela cidade.

O calçamento das ruas de Paraty com pedras irregulares - conhecido como pé-de-moleque - começou no século XVIII, graças ao desenvolvimento trazido pelo ciclo do ouro. Entretanto, foi a riqueza gerada pelo ciclo do café que terminou por calçar todas as ruas. As pedras eram necessárias porque as tropas de mulas, carregadas com ouro ou café, faziam grandes atoleiros nos dias de chuva e nuvens de poeiras nos dias de sol.

O centro histórico possui trinta e um quarteirões (antigamente haviam trinta e três quarteirões) e quatro praças (Bandeira, Santa Rita, Matriz e Rosário). Em quase todas as esquinas do bairro histórico há três cunhais de pedra lavrada, formando um triângulo imaginário, símbolo maçônico que representa Deus.

Existem três tipos de beirais nos telhados das casas do centro histórico: a cimalha (beiral coberto com madeira), o cachorro (beiral com caibros a vista) e a beira-seveira (beiral formado por duas ou mais camadas de telhas).

Na década de 1970 os acessos ao centro histórico foram fechados com correntes, impedindo a entrada de veículos pelas ruas de pedras. Até 1980 o calçamento de pedras estava em perfeito estado, com as pedras alinhadas e todas na mesma altura. Entretanto, nesse ano, retiraram as pedras para a construção da rede de esgoto, e ao colocarem de volta não o fizeram corretamente.
Cultura e Lazer
ANTIGOS
Assim como todas as praias localizadas na Área de Proteção Ambiental do Cairuçu, a praia dos Antigos é cercada por morros altos e vegetação nativa. Praia paradisíaca, deserta, de águas claras e areias brancas. Possui algumas amendoeiras e uma grande pedra no meio da areia. Cortada por dois córregos. Acesso por trilha de 20 minutos a partir da praia do Sono (uma subida bem inclinada tornará os 20 minutos bastante cansativos, mas proporcionará belo visual). O nome dessa praia vem da existência em morro próximo, de uma pedra com inscrições e sinais não identificados, que alguns acreditam serem feitas por navegadores da “antiguidade”, como os fenícios.
Como chegar:
Por trilha de 1,5 horas ou 20 minutos em botes a motor, ambos iniciando no Condomínio Laranjeiras Distância por Terra: 27 km Distância por Mar: 25 milhas Localização Geográfica: 23º 20,40’S / 044º 37,25’W
ARTISTA RETRATANDO E SENDO RETRATADO
CACHADAÇO OU TRINDADE (TRINDADE)
Assim como as praias Figueiras, Meio, Fora, Cepilho e Brava essa praia está localizada na região de Trindade. Possui areias finas e brancas com algumas poucas casas de pescadores e ranchos de pesca (local para guarda de canoas e redes). Possui amendoeiras e vegetação nativa em sua orla. Não há bar ou restaurantes. Para ir à piscina natural de água do mar - Cachadaço - passa-se por esta praia.
Como chegar:
Por trilha de 15 minutos ou botes com motor, ambos a partir da praia do Meio Distância por Terra: 29 km Distância por Mar: 30,5 milhas Localização Geográfica: 23º 21,40’S / 044º 43,70’W Extensão: 700 metros
CACHOEIRA DA PEDRA BRANCA
Duas quedas d’água que terminam em piscinas naturais formam as cachoeiras da Pedra Branca. Bastante visitada pelos “jeep tours” das agências de turismo de Paraty. O proprietário da fazenda onde estão as cachoeiras cobra pequena taxa de ingresso, utilizada na manutenção e limpeza do local.
Como chegar:
A partir do trevo da rodovia Rio-Santos localizado na entrada de Paraty, siga pela estrada Paraty-Cunha por 3,5 Km. Entre a direita logo após a ponte. Siga por mais 4 km, entrando à esquerda quando houver bifurcação. O ultimo trecho do percurso é feito em estrada de terra (aproximadamente um quilômetro). Localização Geográfica: 23º 11’ 51,80’’S / 044º 45’56,15’’W
CACHOEIRA DA PRAIA GRANDE DA CAJAÍBA
Belíssima cachoeira formada pelo córrego da Espia, localizado no canto da praia Grande da Cajaíba (junto aos quiosques caiçaras). A primeira cachoeira está a 15 minutos da praia e a segunda mais 10 minutos subindo pelo leito do córrego.
Endereço:
Praia Grande da Cajaíba
Como chegar:
Localização geográfica: 23º 16’32,90’’S / 044º 34’51,00’’W
CACHOEIRA DO IRIRI
Cachoeira formada por duas quedas d’água e duas piscinas naturais, uma logo acima da outra. Por ser mais afastada, vale à pena conhecer apenas se já estiver nas proximidades.
Como chegar:
Acesso por trilha de três minutos que inicia no km 548 da BR-101 (28,7 quilômetros desde o trevo de entrada de Paraty, sentido Angra dos Reis), junto ao ponto de ônibus. Localização geográfica: 23º 02’33,00’’S / 044º 38’47,0
CACHOEIRA DO MELANCIA
Uma das mais belas e maiores cachoeiras de Paraty, formada por três quedas d’ água com 70, 35 e 10 metros de altura respectivamente. No fim de cada queda d’ água há um belíssimo poço. Em volta das cachoeiras, exuberante vegetação nativa. Está situada dentro de uma propriedade privada onde costuma-se cobrar uma taxa de entrada. É possível fazer a trilha em “taxi-mula”. Situada no córrego do Melancia – um afluente do rio Taquari. O acesso se dá por bonita trilha de uma hora e quinze minutos (aproximadamente 3300 metros de subida) por dentro de vegetação nativa. Importante a presença de guia que pode ser arranjado no Bar da Mata.
Como chegar:
Acesso pela estrada do Sertão do Taquari, iniciada no km 551 da BR-101 (24,5 quilômetros a partir do trevo de entrada de Paraty, sentido Angra dos Reis). Seguir até o fim da estrada (2,2 km) e estacionar o carro. Atravessar o rio e caminhar por 100 metros até o Bar da Mata, onde poderá obter informações sobre a Cachoeira do Melancia. Localização geográfica: 23º 01’40,00’’S / 044º 42’18,00’’W
CACHOEIRA DO SACO BRAVO
A cachoeira do Saco Bravo é uma das mais bonitas de Paraty. Formada por uma grande piscina natural com água cristalina e uma queda d’água. O mais interessante é que essa piscina está localizada numa extensa rocha a menos de cinco metros do mar, fazendo com que o excedente da água doce seja despejado diretamente no oceano. Indispensável o acompanhamento de guia que pode ser arranjado na praia da Ponta Negra. Também nessa praia existem os poços das Galhetas e do Moisés, boas piscinas naturais para se banhar. No poço do Moisés há uma pedra perfeita para se tomar sol. Ambos estão a vinte minutos da praia e para chegar neles basta perguntar aos pescadores qual o caminho a seguir.
Como chegar:
Acesso após uma hora e meia de trilha na mata a partir da praia da Ponta Negra. Localização geográfica: 23º 21’34,30’’S / 044º 35’10,40’’W
CACHOEIRA DO TOBOGÃ
Uma pedra grande e lisa é usada como escorregador, terminando num pequeno poço. Local de grande beleza e de diversão garantida, porém muito visitado tanto por turistas como por moradores locais que praticam o “surf na pedra”. Logo acima do escorregador há uma queda d’água que permite ficar por trás da cortina de água, numa pequena gruta.
Como chegar:
A partir do trevo da rodovia Rio-Santos localizado na entrada de Paraty, siga pela estrada Paraty-Cunha por 7,8 Km. A cachoeira encontra-se ao lado da Igreja do Penha (local para estacionar). Localização Geográfica: 23º 12’45,30’’S / 044º 47’32,00’’W
CAIXÃO DE PEDRA
Cachoeira em formato de canyon, localizada no rio Taquari. Paredões altos de pedra nos dois lados afunilam o rio formando um poço comprido. Próximo a essa cachoeira (ou poço) está o Bar da Mata, um bar simples, mas agradável, situado num grande jardim de frente para o rio.
Como chegar:
Acesso pela estrada do Sertão do Taquari, iniciada no km 551 da BR-101 (24,5 quilômetros a partir do trevo de entrada de Paraty, sentido Angra dos Reis). Seguir até o fim da estrada (2,2 km) e estacionar o carro. Atravessar o rio e caminhar por mais 300 metros pela trilha paralela a ele. Localização geográfica: 23º 02’19,00’’S / 044º 41’30,00’’W
CASA TÉRREA E RUA COM CALÇAMENTO PÉ-DE-MOLEQUE
CASARÃO COLONIAL ENFEITADO PARA FESTA DO DIVINO
CASAS NO CENTRO HISTÓRICO DE PARATY
CONJUNTO DE SOBRADOS
GRANDE DA CAJAÍBA
Belíssima praia de areia fina e tom amarelado. Mar de águas claras. Dois córregos (da Praia Grande e da Espia) e um rio (da Itaóca) se encontram desaguando num único ponto no meio da praia, formando um grande lago. Existem algumas poucas casas de pescadores espalhadas pelo pequeno vale formado entre a praia e a montanha. No canto da praia, onde há os dois únicos bares da praia, bem rústicos, uma curta trilha leva para uma maravilhosa cachoeira, com queda d’água que termina num poço.
Como chegar:
Acesso por barco (duas horas de viagem a partir do centro de Paraty ou 40 minutos a partir de Paraty-Mirim) ou por trilha de 30 minutos a partir da praia do Pouso.
IGREJA DE NOSSA SENHORA DAS DORES
ILHA PELADO GRANDE
Bonita praia em ilha onde há três bares/restaurante. O jeito mais fácil de chegar até essa ilha é ir de carro até as praias de São Gonçalo ou São Gonçalinho e fazer a travessia nas pequenas baleeiras disponíveis para isso.
Como chegar:
Por barco Distância por Mar: 21 milhas Localização Geográfica: 23º 3,51’S / 044º 37,32’W
ILHA SAPECA
Pequena praia em ilha relativamente próxima à cidade, motivo pelo qual é bastante freqüentada pelas baleeiras de turismo.
Como chegar:
Por barco Distância por Mar: 4 milhas Localização Geográfica: 23º 10,40’S / 044º 40,79’W Extensão: 12 metros
ILHA VENTURA
Possui uma interessante praia na ponta da ilha, em forma de triângulo, com mar banhando dois lados da praia. A ilha possui uma casa de veraneio que não é visível a partir da praia.
Como chegar:
Por barco Distância por Mar: 11,5 milhas Localização Geográfica: 23º 7,77'S / 044º 41,13'W Extensão: 80 metros
LULA
Bela praia com água transparente e mar calmo, tendo a sua frente as ilhas do Catimbau e Comprida. Possui uma bela casa de veraneio em estilo colonial, integrada na paisagem. Local de parada de escunas de turismo.
Como chegar:
Por trilha de 2,5 a 3 horas ou 25 minutos em botes a motor, ambos iniciando no Condomínio Laranjeiras Distância por Terra: 32 km Distância por Mar: 23 milhas Localização Geográfica: 23º 20,85’S / 044º 36,47’W
MARTIM DE SÁ
Praia selvagem e bela. Cercada por vegetação nativa, areias brancas e mar bravo que permitem a prática de surf. Existe uma bela cachoeira próxima à praia, formada pelo córrego da Cachoeira Grande. O único morador do local - seu Maneco - permite a prática de camping em seu terreno. Acesso por trilha de 60 minutos a partir da praia do Pouso da Cajaíba. Em 1597, Martim Correa de Sá, filho do então governador da capitânia do Rio de Janeiro, promoveu uma expedição contra os tamoios, utilizando o caminho da serra de Paraty. Desembarcando no na praia do Pouso, ele deve ter descoberto essa praia que por isso ficou com seu nome.
Como chegar:
Por trilha de 60 minutos a partir da praia Pouso da Cajaíba Distância por Mar: 19 milhas Localização Geográfica: 23º 18,20’S / 044º 33,20’W Extensão: 480 metros
PEDRA QUE ENGOLE (TRINDADE)
Pequeno e profundo poço formado pelo córrego da Trindade, acessado por trilha de 15 minutos que começa no canto da Praia do Meio, em Trindade. A Pedra do Engole forma uma gruta que permite passar de um lado a outro.
Endereço:
Praia do Meio em Trindade.
Como chegar:
Localização geográfica: 23º 21’05,00’’S / 044º 43’38,00’’W
POÇO DA LAJE (OU LAJINHA)
O Poço da Laje é uma piscina formada por barreira artificial, bastante freqüentada por moradores locais. Situado num afluente do rio Mateus Nunes.
Como chegar:
A partir do trevo de entrada de Paraty, pegar a BR-101 (sentido Ubatuba), e após aproximadamente 500 metros, virar a direita na estrada que leva para o Corisco. Seguir essa estrada por 5,6 quilômetros até uma bifurcação, entrar a direita e seguir por mais 2,6 quilômetros pela estrada principal (nesse último trecho, havendo dúvida mantenha-se à esquerda). Localização geográfica: 23º 14’34,70’’S / 044º 46’41,00’’W
POÇO DAS ANDORINHAS
O Poço das Andorinhas é uma pequena piscina natural e está localizado 200 metros acima do Poço da Laje.
Como chegar:
A partir do trevo de entrada de Paraty, pegar a BR-101 (sentido Ubatuba), e após aproximadamente 500 metros, entrar a direita na estrada que leva para o Corisco. Seguir essa estrada por 5,6 quilômetros até uma bifurcação, entrar a direita e seguir por mais 2,8 quilômetros pela estrada principal (nesse último trecho, havendo dúvida mantenha-se à esquerda). Localização geográfica: 23º 14’36,60’’S / 044º 46’46,80’’W
POÇO DO JACARÉ
Pequena piscina natural do córrego da Jamanta. Possui vegetação nativa. A trilha de acesso inicia junto à igreja da praia do Sono. O Poço do Jacaré é a última piscina natural, após passar por várias piscinas menores, depois de 20 minutos de caminhada. Vale o esforço apenas para quem já estiver na praia do Sono
Endereço:
Praia do Sono
Como chegar:
Localização geográfica: 23º 19’36,00’’S / 044º 37’48,70’’W
POÇO DO TARZAN
Logo acima do Tobogã (aproximadamente 100 metros) está essa grande piscina natural com águas transparentes. Cercada de vegetação nativa, possui um pequeno bar. Moradores do local saltam de uma altíssima pedra até o poço.
Como chegar:
A partir do trevo da rodovia Rio-Santos localizado na entrada de Paraty, siga pela estrada Paraty-Cunha por 7,8 Km. A cachoeira encontra-se ao lado da Igreja do Penha (local para estacionar). Localização Geográfica: 23º 12’42,40’’S / 044º 47’33,50’’W
POÇO DOS INGLESES
Belíssima piscina natural, com água transparente, cercada por vegetação nativa, excelente para mergulho. Um pequeno córrego passa paralelo à trilha que leva até ao Poço dos Ingleses. Há uma corda amarrada em árvore que permite pular de cima da pedra até o meio do poço.
Como chegar:
A partir do trevo da rodovia Rio-Santos localizado na entrada de Paraty, siga pela estrada Paraty-Cunha por 3,5 Km. Entre a direita logo após a ponte. Siga por mais 1,8 km e estacione o carro. O Poço dos Ingleses está localizado no lado direito da estrada, no fim da trilha de aproximadamente 150 metros que beira um pequeno córrego canalizado. Localização Geográfica: 23º 12’ 47,25’’S / 044º 45’42,95’’W
POÇOS DA GRAÚNA
Várias piscinas naturais próximas se formam nesse ponto do rio Graúna. Uma delas, o Poço Grande, é provavelmente a maior piscina natural da região.
Como chegar:
Entrar na estrada para Graúna que inicia no km 562 da BR-101 a 13,5 quilômetros de Paraty, sentido Angra. Quando a estrada terminar numa igreja, vire à direita. Após mais 100 metros, vire a direita na bifurcação. Novecentos metros depois, pare o carro e siga pela trilha a esquerda por mais 500 metros.
PONTA NEGRA
Água transparente e areia branca. O córrego do Caju deságua no canto da praia. Ótimo local para prática de snorkeling. O mar de águas azuis fica bravo em certas épocas do ano. Pequena comunidade de pesca vive no local. Próximo à praia estão os poços (piscinas naturais) do Moisés e das Galhetas. Existem várias trilhas que começam a partir dessa praia (entre parênteses a duração de ida e volta, partindo da praia da Ponta Negra): a da Pedra da Jamanta (1098 metros de altura, oito horas de caminhada), a do Pico do Cairuçu (1070 metros de altura, oito horas de caminhada), a trilha que vai para a praia do Pouso da Cajaíba (seis horas de caminhada, somente ida) e a trilha que vai para a cachoeira do Saco Bravo (quatro horas de caminhada). Acesso por trilha de 50 minutos a partir da praia dos Antigos.
Como chegar:
Por trilha de 2,5 a 3 horas ou 25 minutos em botes a motor, ambos iniciando no Condomínio Laranjeiras Distância por Terra: 32 km Distância por Mar: 23 milhas Localização Geográfica: 23º 20,85’S / 044º 36,47’W
RUA DO CENTRO HISTÓRICO COM SOBRADOS E MARÉ
RUA DO CENTRO HISTÓRICO ENFEITA PARA FESTA RELIGIOSA
SÃO GONÇALO
Praia extensa e bastante freqüentada. Areias brancas e águas claras. Pode-se parar de carro ou de barco em vários pontos da praia. No canto mais ao norte, onde deságua o rio São Gonçalo, há dois bares e é daí que partem os pequenos barcos com destino à ilha dos Pelados – logo em frente- onde além de ótimas praias, também há restaurantes. Acesso pelo km 545 da BR-101.
Como chegar:
Por carro ou barco Distância por Terra: 31,5 km Distância por Mar: 12 milhas Localização Geográfica: 23º 02,90’S / 044º 37,70 W Extensão: 2650 metros
SONO
Linda praia de areias finas e águas esverdeadas. Vegetação nativa e amendoeiras na orla da praia. A pequena comunidade caiçara que ali vive, não prejudica o ar selvagem nem a beleza do local. Uma trilha de 20 minutos que inicia junto à igreja localizada no meio da praia leva a várias piscinas naturais formadas pelo córrego da Jamanta, sendo o Poço do Jacaré uma das melhores piscinas para banho. Num dos cantos da praia deságua o córrego do Sono, também um bom lugar para banho de água doce. Na temporada e em finais de semana, algumas casas de pescadores fornecem refeições simples e bebidas. Cercada por montanhas altas, os raios de sol demoram a aparecer na manhã e somem logo à tarde, proporcionado um “Sono” mais demorado. Acesso por trilha de 50 minutos a partir da Vila do Oratório. Não há pousada, mas é possível acampar nos locais permitidos ou alugar casas rústicas.
Como chegar:
Por trilha de 50 minutos ou 15 minutos em botes a motor, ambos iniciando no Condomínio Laranjeiras Distância por Terra: 25 km Distância por Mar: 26,5 milhas Localização Geográfica: 23º 20,40’S / 044º 42,17’W
SUMACA, RUBUNDA OU JOATINGA
Praia deserta, areia fina, mar azul e bravo, vários coqueiros entre a vegetação nativa. O nome da praia foi dado depois que uma Sumaca – barco a vela utilizada para transporte de pessoas e carga - ali naufragou, deixando destroços pela praia. Possui pequeno riacho nas proximidades. Uma das praias de acesso mais difícil pois nem sempre é possível chegar de barco por causa do mar geralmente bravo, ficando o único acesso por trilha de 90 minutos a partir da praia do Pouso.
Como chegar:
Trilha de 90 minutos a partir da praia do Pouso da Cajaíba Distância por Mar: 17 milhas Localização Geográfica: 23º 17,30’S / 044º 31,80’W Extensão: 160 metros
VERMELHA
A areia dessa praia possui um tom avermelhado e grãos maiores. Mar sempre limpo e calmo. Possui alguns bares e duchas de água doce, aproveitando as nascentes da área. Local de parada de escunas de turismo.
Como chegar:
Por barco Distância por Mar: 00 milhas Localização Geográfica: 23º 11,75’S / 044º 39,30’W Extensão: 400 metros
Previsão do Tempo
Qua - 22/11
38°C   23°C
Variação de nebulosidade
Qui - 23/11
36°C   22°C
Pancadas de chuva
Sex - 24/11
36°C   20°C
Pancadas de chuva
Sab - 25/11
36°C   22°C
Nublado e pancadas de chuva
Dom - 26/11
34°C   23°C
Variação de nebulosidade
Seg - 27/11
38°C   21°C
Parcialmente nublado
    
Telefones Úteis
Aeroporto(24) 3371 - 0036
Água e Esgoto(24) 3371 - 1125
Ampla (Luz e Força)0800 2800120email - consciencia@ampla.com
APA Cairuçu(24) 3371-1400
Associação dos Artesão de Paraty(24) 3371-6016
Bombeiros193
Capitania dos Portos(24) 3371-1583Email: secom@agparati.mar.mil.br
Cartório(24) 3371 - 2310
Cartório Eleitoral(24) 3371-1498
Cartório Registro de Imóveis(24) 3371-2893
Correio(24) 3371-1152
Defesa Cívil199
Defesa Cívil(24) 3371 - 1168
Delegacia de Policia(24) 3371-1252
Fórum(24) 3371 - 1184
Hospital de Praia Brava(24) 3362-1272
IBAMA RJ - Paraty(24) 3371-1400
IPHAN(24) 3371-1056
ITAE(24) 3371-2601
Ministério da Educação0800-616161
Ministério Público127
Parque Nacional da Serra da Bocaina(24) 3371-3056www.icmbio.gov.br/parnaserradabocaina
Polícia Militar190
Polícia Rodoviária(21) 2219 - 3203
Polícia Rodoviária(24) 3371 - 2330
Prefeitura Municipal(24) 3371-9900
SAMU192
Santa Casa - Hospital(24) 3371-1623
SEBRAE(24) 3371-2150